Simone, Andréa,  Antonio Cândido

 

Queridos amigos!

Amizade que nasceu de forma diferente, não foi encontro em
salas de conversas, lugar comum para iniciar amizade.
Foi um relacionamento iniciado, através de repasses de poesias eu não sabia quem era Simone, nem você sabia quem era a Nadir.
Na época, eu tinha um contato e a pessoa também se chamava Simone pensei que seria ela quem enviava poesias, até que um dia, por e-mail fiz a pergunta sobre a dúvida. Para minha surpresa Simone, você não era quem eu imaginava que fosse, daí teve início, pura e verdadeira amizade no ano de 2003. Algo que foi se solidificando com o passar do tempo, infelizmente estamos distantes vocês, em Santa Maria, Rio Grande do Sul. Eu aqui no Litoral sul do Estado de São Paulo. Quis o destino, que houvesse a distância física entre nós, porém não há distância para sentimentos e pensamentos, quando existe afinidade de almas.
Simone, Cândido e Andréa, são muitas as dificuldades, compromissos, inerentes ao nosso cotidiano, mas como prometi irei até Santa Maria conhecê-los, pessoalmente, se assim Deus o permitir, só ELE poderá impedir-me de fazer isto.
Agradeço a vocês queridos amigos, pela felicidade proporcionada ao presentear-me, com esta linda Home Page!

Um grande beijo, com todo meu carinho.

Nadir
28/02/2005
Praia Grande-SP

O tempo passou....

E quando se deseja algo, realmente o universo conspira a nosso favor.
Assim aconteceu, depois de três anos do nosso primeiro contato,
no sábado, dia 26 Novembro 2005 estávamos juntos em Santa Maria no Rio Grande do Sul.
Que alegria poder abraçar meus amigos!
Como não poderia deixar de ser, fomos ao um restaurante saborear um prato tradicional.
“Galeto ao Primo Canto”, acompanhado de polenta frita com queijo e salada.
No domingo dia 27, nossos anfitriões prepararam um delicioso churrasco em sua residência.
Passamos horas inesquecíveis!
Contudo na vida, o que é bom dura pouco, a noite nos despedimos, pois no dia 28 continuaríamos nossa viagem para Serra Gaúcha.
Sentimos uma tristeza imensa ao nos despedirmos e, que choradeira!
A distância continua entre nós, mas sinto que vamos nos reencontrarmos em breve, novamente...
Que assim seja e assim se faça...

Nadir A D’Onofrio

Relógio da Vida

Dedico aos queridos amigos Simone e Cândido Pinheiro

Vinte anos se passaram
o tempo esse relógio inquebrável,
a maior mecânica cósmica pois,
não adianta, não para
e também não atrasa...

Nossa vida passando,
dificuldades superando.
Mas a dádiva maior do nosso amor,
semente germinada,
no fogo da nossa paixão...

O milagre da vida se concretizando,
o nascimento da filha querida !
As alegrias se renovando,
e nosso amor à tudo superando ...

Hoje aqui olhando para você,
é como se o tempo não tivesse passado,
o relógio da vida tivesse parado.
E nós simplesmente no auge da mocidade,
como dois adolescentes,
eternamente apaixonados!

25-12-2003-12:47h
Praia Grande SP

 

Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais