Oswaldo Castellari

 

* 14 Novembro 1925
O Autor faleceu em 16 Novembro 2011

 

Biografia que consta do livro POESIAS - Autor Oswaldo Castellari

 
OSWALDO CASTELLARI : por Francisco de Assis Melo
Nasceu na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, em14denovembro de 1925. Em sua caminhada espiritualista vem galgando degraus em escalada ascendentes, embora por vezes, bastante íngremes.
Sempre sentiu uma poderosa força movendo-o em direção àquela que se tornou sua arte, a escrita, que ajudado por diversos irmãos espirituais, sempre presentes no seu interior poético,
ditavam-lhes através da inspiração, tudo quanto vamos poder ver de forma deleitosa nas páginas que compõem este belo livro de Poesias. (POESIAS )
Com a carreira de estudante terminada, tendo sido diplomado como Contador, Administrador e Auditor, recostou os livros acadêmicos.
Aos 22 anos de idade ingressou na linha espiritualista, buscando passo a passo, por meio de ensinamentos evangélicos, responder a grande incógnita: Amanhã o que será?
Na irmandade espiritualista veio a conhecer ao irmão poeta, sertanejo e compositor ADO BENATTI–conhecido nos meios radiofônicos e televisivos da época com o pseudônimo ‘ZÉ DO MATO” – que,
ao ler suas primeiras poesias afirmou:
Elas são belas e puras, sinto que brotam do fundo de tua alma”.
Assertiva que promoveu uma esplendorosa reforma interior despertando-o para a dedicação e amadurecimento no inter câmbio com os irmãos do além sempre de forma anônima e sem nenhuma
pretensão de divulgação de suas identidades.
Isso ocorreu nos idos de 1954.
Até hoje, as bênçãos da Espiritualidade Maior iluminam seu caminhar, proporcionando-lhes buscar, no etéreo, as mensagens que emolduram as páginas deste livro, com uma ação mais intensa a partir de 1984.
Sem jamais o abandonarem, sua vontade e sua fé o levaram a perceber que, para o sucesso da empreitada, necessário se fazia o equilíbrio das três forças: do autodomínio, da ação e das relações.
Nas leituras dos ensinamentos do Mestre dos Mestres, sentiu brotar com total intensidade o amor por seus semelhantes. Negros ou brancos, pobres ou ricos, mulheres ou homens, via-os a todos como irmãos, merecedores de igualdade, de responsabilidade. Atraía-lhe principalmente o trecho “Ame o Senhor, seu Deus, com todo o seu coração, com toda a sua alma, com toda a sua mente.
Este é o mais importante dos mandamentos.
O segundo também é importante, ame o próximo como a ti mesmo”.
Ciente que o tempo não para e não se pode deixar as horas vazias, pois a inércia é contrária à evolução do espírito.
Estudou pintura de telas a óleo e pintura pastel, procurando sempre transmitir aos seus amigos e companheiros de jornada, a importância da arte para o crescimento e elevação do espírito.
Sempre procurando ajudar aos semelhantes, foi merecedor da Comenda de “Cavaleiros Palmarino da Justiça e da Paz”,
que lhe foi conferida pelos seu méritos religiosos, cívicos, sociais e cultural em data de 13 de dezembro e 2002 e agraciado em 03 de dezembro de 2004 como “ Cidadão Palmarino – Prêmio Palmares “,
pelos relevantes serviços prestados, em prol do desenvolvimento da comunidade afro-brasileira: Ano em que se comemoram os 309 anos de desencarne do grande líder-negro: ZUMBI DOS PALMARES.
Sua maior descoberta, no entanto foi perceber, que quando se faz tudo com boa vontade, com o coração aberto para ajudar, transmitir uma
boa palavra, estender as mãos, o que se vê nos outros é o que se tem dentro de si mesmo.

                                           


                                   
Por Oswaldo Castellari

A PALAVRA E O PENSAMENTO SÃO DUAS FORÇAS. AJUDAM E DESTROEM.


Sentindo desde cedo, que era necessário
conhecer o oculto, aos 20 anos tomei os primeiros
conhecimentos espirituais nos meios kardecistas.
Após tive conhecimento com o que até hoje professo,
voltando de corpo e alma a Grande Fraternidade
Branca Universal , estudando e levando a conhecer
os Mestres Ascensionados, que são Energias e foram
designados pelo Plano Maior a dar assistência
espiritual, ao Planeta Terra, nesse tempo de
Transição Planetária, divulgado pela mídia falada e escrita.
Neste entremeio fiz, curso básico junto a Fraternidade Raja Yoga.
Após algum tempo, o curso básico da Pró-Vida,
adentrei a conhecer os estudos filosóficos da Seicho-No-Ie.
Para dar melhor atendimento as pessoas, que procuravam-me em seus problemas físicos, advindos geralmente de progressões espirituais, e poder ter capacidade de transmitir a Energia Vital
através das mãos, que não é minha energia, mas a Energia Universal da Vida, terminei os Cursos I – II e o III de Mestrado Reiki. Pode-se dizer que o Reiki trabalha o alinhamento dos Chacras.
Para que, melhor pudesse desempenhar as atividades espirituais,
foi conduzidos pelas Entidades, Protetores Espirituais, indo conhecer a Linha de Trabalho de Umbanda Tradicional, e hoje com
a Linha da Umbanda Esotérica, sempre junto com os meus Protetores Espirituais, que acompanham -me há 60 anos e também ,com os de
Energias Maiores, da Grande Fraternidade Branca Universal .

                                       

 

 MINHA LUZ

Iluminar-te-ei sempre
Agasalhar-te-ei com meu calor
Por mais que as intempéries bata de frente
Nunca na estrada te deixarei amor.

Serei teu sol pela vida
Iluminando teus caminhos
Serei o luar que no céu habita
P’ra te pratear com meus carinhos.

Serei o manto que vai
Teu sono cobertar
Quando vem a noite o dia sai
P’ra que nossas juras não vá olhar.

Assim a tristeza vai embora
Só esperanças no coração
Um amar que não via a hora
Em te amar. Tudo é sedução.


(Oswaldo Castellari)
SP. 26.06.2009- 02:00

   

 

MEU ANJO SORRISO


Quando o vídeo põe-se chamar
Começa meu coração a pulsar.
A alma no etéreo parece estar voando
E tudo fica n’um só luminar.

As luzes em profusão
São como rosário de cânticos
Envolve-me esse clarão
No sorrir de meu anjo.

Ó anjo que me deste
A ventura de te conhecer
De teu resplandecer, me veste
Minh’alma na tua luz vai se enaltecer.

Assim quer ela
Junto a meu anjo ficar
Formando a mais bela aquarela
Quando o poema põe-se a fechar.

Eu fico pensando
Com tristeza no coração
Meu anjo até quando
Terei nova emoção

Espero volte logo
P’ra meu vídeo abrir
Meu coração sinto que implora
Pelo teu belo sorrir.

Oswaldo Castellari
SP. 03.10.2009 -22:00

 

MINHA CANTIGA DE AMOR


Eu queria escrever
Falar tantas coisas
Porque este querer?

Se o luar se faz ausente
As estrelas sem brilhar dormem
O sol á deitar-se no poente!

Tudo um triste viver
Uma dor que consome
Porque tanto sofrer?

A dor no peito ferve
No guardar seu nome
E no pensamente leve.

Tem dentro de mim
Uma força que remove
Faz-me pensar assim:

O teu querer em meu coração
A luz do alto que vem
Fazer deste poema canção.

De suas notas em melodia
Cresce dentro de mim um clamor
Que aumenta, sua força cria.
Uma nova cantiga de amor.

É uma nova aurora que surge
É um raiar de sol a brilhar
Iluminando flores alhures
Seus raios põem-se as pétalas beijar.

No morrer da tarde...
No escurecer da noite...
Pássaros voam em alarde;
Como um abençoar fosse.

O manto se faz em negrume.
Ponteado de estrelejar reluzente;
Não mais vivenciando ciúmes
Do luar que se faz presente.

Tudo é vida tudo é luz.
É um canto de amor vivido.
É um sonhar que reluz.
Por ter teu amor comigo.

Agora é paz em meu coração
Teu nome me faz sentido.
Tua amizade... Um sei não!
Por momento alegres existidos.

Aqui anjo meu
Deixo meu testemunho querida
Não foi cigana que a mão leu
És o amor que me deu guarida.

Oswaldo Castellari
SP.18.04.2009

 

SE FALAR


Se falar você acredita
Estou pensando em ti.
Num pensar sem fim
Hoje um sofrer em mim.

Se falar você acredita
Que você é meu farol
Que você é o raiar do sol
Que embarga minha voz
Você acredita?

Que fico no meu pensar
Ver em minha mente se postar
Em meu pensar possa te olhar
No silêncio da alma te amar
Você acredita?

Tudo isso e muito mais
Por todo meu Ser passa.
Passa no dizer de minha fala
Quando penso em ti... Tudo se cala...
Você acredita?

No prosar destas linhas
Uma dor no peito sentindo
Que vai apertando devagarzinho
Faz uma cicatriz... Se abrindo
Deixando palavras sinceras, minhas.
Você acredita?

Como queria saber um dia.
Talvez Deus venha dizer
Através de frase ou melodia
Em um amor ter ou não ter!
Não criar mais na mente fantasia

(Oswaldo Castellari
03.05.2009
 

Livro Visitas

 

 

Mid:   What- A -Difference- A- Day- Made
Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais