Rogério Miranda

 " O Poeta da Paz "

 

O Autor faleceu dia 18/01/2012


Rogério Miranda, Nascido e criado no Rio de janeiro, 48 anos de sonhos e buscas em cada esquina.

Encontro nas palavras a gratidão, o conforto e o momento divino de estar a sós comigo mesmo; escrever é minha oração diária. Todas as manhãs, ao acordar, me dou esse prazer.

Sou um viajante em meus pensamentos, e uma forte emoção toma conta de mim em saber que existe uma possibilidade de poder viver todo o amanhã confiante no amor.

Meu maior sonho é escrever um livro sobre poesia.


"Viver é a arte de amar para sentir o sabor da Paz"




ALAMEDA DOS COLIBRIS


Rogério Miranda


Um amor incomparável,
onde as palavras voam
pelas canções do vento,
encontrando em cada
nota, sua presença
que é celebrada
por uma orquestra
que toca aleluia
para celebrar
seu santo nome...

Tudo que é novo
tem a antiguidade
da imaginação,
e dela foi onde
Deus criou
a vida ,
que estava adormecida
no infinito...

Quando estamos perto da fé
encontramos a luz,
que conduz, quando
encontramos a escuridão
de nossas incertezas....

Deus com sua generosidade,
nos ensina a caminhar no caminho
da dor, pois seu amor
é fiel aos seus filhos...

Sentir sua presença,
se compara a uma
caminhada na alameda
dos colibris, que se
enfeitam de beijos
para mostrar
a presença de Deus...


QUERO AMAR-TE


Quero amar como amo quando te vejo
passar pela porta de meu coração,
esperando que você bata para
juntos vivermos uma historia
de amor...

Quero-te como um colibri quer uma flor,
que de jardim em jardim procura o néctar para saciar
seus desejos,
quero te prometer um paraíso que sonhei para você,
plantar mudas de beijos, para colher o calor
de sua boca...

Quero cuidar de teu céu, polir as estrelas
de seu olhar, escalar a montanha de sua
paixão, esquiar na neve de seus carinhos,
e explodir no êxtase de seu arco-íris...

Quero ser um barquinho em seu mar,
para velejar pelo seu corpo, me perder em
seus cabelos, para me encontrar,
na ilha onde seu ninho é o paraíso
de seu amor...

Quero amar-te alem da alvorada,
depois de uma noite onde o vulcão de sua paixão
me transforme na chama de seus desejos,
levando-me ao delírio de seu olhar
perdido querendo me beijar...

Rogerio Miranda
poeta da paz




NESSA MISTURA DE AMOR E PAIXÃO



Quando olho para você, uma onda
de amor, se manifesta tomando conta
de meu corpo, sinto arrepios em minha alma,
uma chama de desejos explode quando
meu olhar cruza com o seu....

Ao meu redor pode desabar o mundo,
pois estou fixado pensando em quanto amor
posso lhe dar, pois carrego dentro de mim
uma louca paixão quando você passa,
deixando um rastro de seu perfume...

Quero te amar para poder viver esse amor
como um poeta ama seus versos,
em minha imaginação te vejo
numa poesia escrita pela minha paixão
em seu corpo..

Nessa mistura de amor e paixão,
vou alimentando meu olhar,
quando passas por debaixo da lua,
deixando um brilho de amor
iluminando minha alma de esperança...

Sua voz me deixa emocionado, sua beleza.
já faz parte de meus sonhos,
o destino me fez cruzar em sem caminho
falta um pedaço de mim,
vou te enviar a metade que esta faltando em mim
para você me amar...

Rogério Miranda
Poeta da paz

 

NOSSO AMOR


Amando-te vou levando a vida, sem saber
durmo abraçado em sonhos, esperando
sua chegada, mesmo sabendo
que não passa de uma ilusão,
deixo a porta de meu coração aberto,
para receber seu sorriso....

Vejo o tempo passar,
continuo sozinho a esperar,
estou tranqüilo, sei que nos
encontraremos, onde o amor
plantou seu romance, talvez em
outra eternidade, onde o amor
nos espera par amar...

Esquecer não existe o que esquecer,
o separa o que a esperança sonha,
assim com duas montanhas juntas,
que viverão a eternidade
como duas almas gêmeas,
nosso amor caminhara para o
principio e fim de nossas almas...

Na ausência vivi e sobrevivi de lagrimas,
regando o jardim de ilusão,
colhi flores, com pétalas de sonhos
cada passo que percorri,
foi pela trilha que juntos
exploramos, construindo um futuro
que não existe na terra,
pois temos o universo para continuar
nosso amor....

Rogério Miranda
poeta da paz



Livro Visitas

   

Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais