Outubro de 2016

Ano VII - Número XLIII

 
 

 
 
 
 

Nadir A. D’Onofrio

 
 

BLUES EM ARPEJO
Nadir A. D’Onofrio 

O dia nublado
Sentimento instalado
Essa opressão esmaga
E a saudade abrigada

Sublimando desejo
Com tristeza arraigada
Coração avariado
Vivendo em degredo

Estar de cinza adornada
Saber do amor confiscado
Lembrança que não apaga
Diuturnamente adensada

Notas de blues em arpejo
Deixam-me desassossegada
O cérebro indisciplinado
Com você... ainda divaga...

Nadir A. D’Onofrio
Serra Negra - SP - Brasil


"Um ser, em evolução nesse pequeno planeta com seus erros, acertos, defeitos, qualidades.
Tentando aprender, melhorar, como ser humano,à cada dia.
Espiritualista, como dogma religioso.
Apaixonada pela natureza sinto, através dela a expressão máxima da Divindade, dessa forma entendo e acredito.
Apreciadora de artes em geral sejam, naturais ou criadas pelo homem.
Nadir A. D’Onofrio

 
 
 

 
 
 

ASSINE O LIVRO DE

VISITAS

Página Original Pertence ao Site 

http://www.carmovasconcelos-fenix.org/

 

Salvar