Fragmentos de Vida II

Nadir A D’Onofrio

 

Morangos provocantes

sinto o sabor, só, em olhar.

O cérebro desarquiva lembranças

fazendo-me salivar...

Assim que o dia amanhecia sob a neblina, que insistia,

em ofuscar a luz do sol, a menina corria para o quintal!

Pés no chão, sorriso maroto, tinha que encontrar uma flor,

fazia parte de sua rotina...

Mas ao ver no pomar, frutinhos vermelhinhos rente ao solo,

não se continha, e os colhia.

Sem lavá-los degustava, ainda que salpicados de terra.

Depois retornava para junto de sua mãe, no rosto sujo,

a expressão de quem sabia ter cometido, algo errado,

e esperava a repreensão que viria!

Enquanto advertida pensava, amanhã vou comer, outra vez...

Bons tempos de infância!

Por minha querida mãe, não poderia responder com a mesma certeza...

 

"Morangos, cultivados, sem agrotóxicos, somente, com adubo orgânico

tinham, sabor especial!"

 

26/05/2010 -16:54h
Serra Negra SP

 

Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais