Fragmentos de Vida II

Nadir A D’Onofrio

 

Morangos provocantes

sinto o sabor, só em olhar.

O cérebro desarquiva lembranças,

fazendo-me salivar...

 

Assim que o dia amanhecia sob a neblina, que insistia

em ofuscar a luz do sol, a menina corria para o quintal!

Pés no chão, sorriso maroto, tinha que encontrar uma flor,

fazia parte de sua rotina...

Mas ao ver no pomar, frutinhos vermelhinhos rente ao solo,

não continha-se e os colhia, ali mesmo, sem sequer lavá-los,

os degustava estando ou não salpicados de terra.

Depois retornava para junto de sua mãe, no rosto ainda sujo,

a expressão de quem sabia, ter cometido algo errado

e esperava, pela repreensão que viria!

Enquanto advertida pensava, amanhã farei tudo outra vez...

Bons tempos de infância!

Por minha querida mãe, já não posso responder com tanta certeza...

 

 "Morangos, cultivados sem agrotóxicos, 

só com adubo orgânico, tinham sabor especial!"

 

 26/05/2010 16:54h
Serra Negra SP

 

Voltar

Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais