Da Partícula ao Orgasmo

Nadir A D’Onofrio

 

Elíptica galáxia

Em negro espaço

Bilhões de anos luz

Separam-nos...

 

Eu, insignificante ser

 Diante da magnitude...

 

Partícula infinitesimal

Vou desprender-me...

No vácuo flutuar

Ser luz!

 

No silêncio da noite

Penumbra no quarto

Feixe azul, fosforescente!

Sobre seu corpo nu.

 

Resvalando, em carícias

Aspirando seu olor

Sensação do orgasmo pleno...

A inundar seu ser de paz!

 

 02/04/2008 *18:29 h

Serra Negra SP

 

Livro Visitas

 


Mid: DaysofInnocence_ECortazar_mono_sfilippo.wav
Imagem: http://i188.photobucket.com/albums/z99/fisicomaluco/galaxia.jpg
Art Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais