Seme Said / Nadir D'Onofrio

O Juiz / Esperança

 

 

 

O Juiz / Esperança

 

Hoje acordei com vontade de chorar./ No peito uma dor intensa!

Num momento senti que era um estranho neste mundo / Em algum canto ( oprimido)

O vento sinaliza cansado / Meu coração desritmado

As flores deixaram o meu jardim / Sob chuva lacrimosa

O relâmpago é feroz e arranha o céu com as suas unhas / Em lacerações profundas

A letra está morta / A verve emudece

 

Não existe nenhuma diversão na minha biografia / Gostaria... que fosse fantasia

O genitor partiu cedo / deixou-me ainda pequeno...

Cresci e não aprendi tudo / Mente ainda criança, só saudade sentia

No momento muito próximo desejo encontrar na sua esquerda uma consolação

Esperança que me anima... a sobreviver.

Seme Said

http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=24814

Nadir A D’Onofrio
04/04/2008 13:17hs
Serra Negra SP

 

Livro Visitas

 

Voltar

 

Mid: vivo
Imagem Ilustrativa:
http://www.rogerwendell.com/images/lightning/lightning_08-23-2005.jpg
Art Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais