Presença Sutil
Nadir A D’Onofrio
 

Amanheci distante de mim
Muito próxima de ti.
Em tudo que tocava,
No ar que respirei,
Senti da sua pele o odor.

Presença sutil
Permaneceu, junto ao meu eu.
Como se observasse
Divertindo-se,
Com sorriso zombeteiro.
O dia adormeceu no leito da noite
Ainda sinto você, aqui.
Indago-me, sobre sua presença,
Intrusa, se implantou, sem pedir licença.
Tirou-me a noção do tempo.

Cheguei tocar seu dorso, nu!
Minhas mãos deslizaram
Percorreram, o corpo másculo,
Mas permaneceram, vazias
Estive, junto, tão distante de ti...


11/06/2006*23:30 h
Santos SP

 

Livro Visitas

 

 

Mid: Dreamed A Dream
Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite Direitos Autorais