Nadir A D'Onofrio

 Tonho França / Luiz Poeta / Marcos Milhazes

 

 

Licor de Amaretto
Nadir A D'Onofrio


Embebedei-me nos versos
nas doses de amor...
Descartei rodadas de mágoas
quero drinks otimísticos...
Tulipas de alegria!
Nos beijos... licor de amaretto...

04/03/2006 12:54
Santos SP


     



Licor de lágrimas...

Quero em meus versos,
vodka russa, cereja inocente,
vermelha dançando no cálice,
lágrimas de um beijo ausente.

Tonho França

     



VINHO, LICOR, FANTASIA


Luiz Poeta ( sbacem-rj ) - Luiz Gilberto de Barros
Às 21 h e 13 min do dia 7 de março de 2006 do Rio de Janeiro,
especialmente para a poesias de Nadir D'Onofrio e Tonho França.



Se me embebedo de anseios,
Bebo em teus seios, teu sonho
Navego nos devaneios
Dos versos que te componho.

Se me embebedo de vinhos,
Caminhos inusitados
Me levam ao teu carinho,
São vinhos bem refinados...

Se me embebedo em teus braços,
Desfaço-me em fantasia,
Refaço-me dos cansaços
Nos braços de um novo dia.

Ah... bebo cada momento
Do teu mais fino licor;
Eu bebo teus sentimentos...
Tu me embebedas...de amor.


     


Água Ardente...

Seu garçom, por favor
Está vendo aquela moça da esquerda?
Vá a ela e diga que ofereço
esta dose de emoção
Mas essa pinga só descerá leve
quando bebida de coração

Marcos Milhazes***

***

Art: Nadir A D'Onofrio
Respeite os Direitos Autorais