Nadir A D'Onofrio

Tarcísio Costa / Nísia Barros

 

 

    

 

SENTIMENTOS
 
Nadir A D’Onofrio


 Serei louca por poetar
Viver um mundo de ilusões,
No mar das minhas fantasias?
Sonhar estando acordada...
Ah, se eu pudesse transmitir,
Os sentimentos que de minh'alma germinam...
Convenceria médicos, psicólogos,
Que isso é coisa natural.
Forjar os sonhos...
Depois...vivenciá-los na vida real!
Sobrevoar continentes,
Florestas, lagos, savanas,
Imensos, desertos, rios e altiplanos.
Correr, para teus braços na praia,
Ou p’ra isso ter que escalar, montanhas, nevadas.
Melhor seria encontrá-lo num oásis...
À sombra da tamareira.
Ou no aconchego de uma tenda, ricamente ornamentada!
Sonho, imaginação, alucinação...
Seja o que for digam o que disserem,
Quem nesse momento leu esse texto e nada imaginou?
Com toda certeza, nele, não se concentrou...
 
17/01/2005 12:38
Santos SP


FANTASIAS
Tarcísio R. Costa
20.01.05


 Os teu sonhos Inebriam a tua alma...
Penetraste no mundo mágico da fantasia...
Ouviste o sibilar do
som do silêncio cortante dos desertos..
 
Respiraste a pureza verdejante dos oásis,
Foste além do horizonte,
Subiste no pico das serranias,
Para enriquecer uma bela fonte de
fantasia.
 
O teu mundo é teu interior...
Neles estão os ingrediente da beleza da fantasia... Do teu amor


SENTIMENTOS
Nísia Barros


 Quando a mão da vida for pesada,
E não se escutar mais a canção,
A única coisa que nos aliviará,
É esperar que a alma se mova de lugar.
Que o espírito divino que habita em nós,
Torne tudo mais leve e, com certeza,
Algumas melodias surgirão,
Mesmo na escuridão.
O silêncio é doloroso...
Momentos que tudo a fazer é esperar...
Procurar dentro de nós,
No mais profundo do ser,
Esta força que vê e escuta
Aquilo que podemos e devemos converter.
Talvez, esse mesmo silêncio,
Seja a fronteira entre o prazer e a dor,
Entre a tristeza e a alegria,
Entre a vida e a morte...
Talvez seja o grito que aí está,
Em todos os cantos, em todos nós,
Para quem tiver a coragem da busca...
De querer perceber que,
Neste silêncio e calma, vem a grande entrega,
Para o novo Renascer!
 
Cidade Maravilhosa - Rio
22 - 01 - 2006
 
 

 
Art:  Nadir A D'Onofrio
Respeite os Direitos Autorais